Ao longo da sua História, os portugueses sempre prezaram muito o seu contributo para o desenvolvimento económico, cultural e social de Portugal. Ficou claro, desde muito cedo, que este seria um aspecto incontornável da sua missão, forte estímulo para o seu contínuo crescimento e expansão.
Sabemos que um longo e prestigiante passado, cuja construção assentou em valores éticos e de rigor, é uma vantagem competitiva para enfrentar um futuro pleno de desafios. Mas encerra, sobretudo, uma responsabilidade adicional: devemos aos que nos precederam, que proporcionemos as mesmas razões de orgulho pelo trabalho realizado aos que vierem depois de nós.

1 comentário:

Guga disse...

Infelizmente, essa "responsabilidade" que trouxemos do passado não teve qualquer importância na nossa história recente. Somos uma sociedade atrasada (mentalidade retrógradas) e cujos pergaminhos se perderam no mar.