A importância das pessoas no seio da organização


Os recursos humanos são os vastos recursos de pessoas do ambiente externo onde a organização vai buscar os seus empregados. As pessoas são talvez o mais precioso recurso interno da organização, pois são o seu sangue vital. Fornecem os conhecimentos, as aptidões e a energia que criam, mantêm e fazem avançar a organização. Para ser bem sucedida, uma organização deve atrair e manter as pessoas de que necessita para alcançar os seus objectivos e prosperar.

O gestor deve reconhecer a importância das pessoas no seio da organização, desde o mais baixo nível de hierarquia até ao seus pares da Administração, e relevar essa mesma importância; por exemplo na apresentação dos resultados anuais da sua instituição. As pessoas é que são o maior trunfo de um gestor, que bem geridas e motivadas irão significar um maior grau de diferenciação dos demais concorrentes e consequentemente um maior valor acrescentado para o mercado em que operam.

2 comentários:

Guga disse...

Por isso defendo «Sistemas da Qualidade» fundamentados nas PESSOAS.

Mairinho disse...

O problema maior é que ainda há muitos gestores e lideres que se esquecem que quem faz a empresa crescer sao os empregados em conjunto com os conhecimentos dos gestores.Sozinhos sao fracos mas juntos sao imbativeis.