Nunca Desista

A vida é como uma grande corrida de bicicleta, cuja meta é atingir a realização pessoal e profissional.
À partida, estamos juntos, compartilhando camaradagem e entusiasmo, mas, à medida que a corrida se desenvolve, a alegria inicial vai dando lugar aos verdadeiros desafios: o cansaço, a monotonia, as dúvidas sobre a nossa própria capacidade. Reparamos que alguns amigos desistiram do desafio, embora ainda estejam a correr, mas apenas poque não podem parar no meio da estrada: eles são numerosos, pedalam ao lado do carro de apoio, conversam entre si e cumprem uma obrigação.
Acabamos por nos distanciar deles e, então, somos obrigados a enfrentar a solidão, as surpresas com as curvas desconhecidas, os problemas com a bicicleta.
Ao fim de algum tempo, começamos a perguntar-nos se vale a pena tanto esforço. Sim, vale a pena. É só não desistir.

2 comentários:

Catarina disse...

Desistir da corrida que é a vida, nunca! Por muito tumultosa que seja a "nossa corrida" vale sempre a pena caminhar para meta...desiludimo-nos com os que ao nosso lado vao desistindo e por vezes damos-lhe importância de mais, em detrimento de quem se mantem na corrida connosco e por nós muitas vezes...

Catarina Fernandes disse...

Existe um herói dentro de cada um de nós. Se fecharmos os olhos e formos bem dentro da nossa alma sentimos a força que temos, as vezes em alturas que menos esperamos.. Devemos lutar em tudo aquilo que acreditamos, para darmos o desejado sentido à vida. Nos momentos menos bons, devemos recordar aqueles que nos fizeram sorrir.. Não podemos ter medo de ser quem somos, de onde viemos. Apenas devemos sentir o “cheiro” mais puro que a vida nos oferece e…VIVER!!